Uma mulher de 39 anos levou nove pontos na cabeça depois de ter sido agredida pelo companheiro, no bairro do Arraial do Retiro, em Salvador. O crime ocorreu no início da manhã de domingo (5), após a mulher se recusar a manter relações sexuais com o homem. A vítima foi atingida com uma barra de ferro.

A mulher, que preferiu não se identificar, mantinha um relacionamento com o suspeito há três meses. Ela contou que estava na casa dele, noite de sábado (4), quando tiveram relações sexuais. No início da manhã do dia seguinte, porém, ela se negou e o suspeito começou a agredi-la fisicamente.

“Por volta das 6h começou a violência. Fizemos o ato sexual. Depois ele pediu novamente e eu recusei. Aí vieram essas agressões. Ele perfurou minha cabeça, estou com nove pontos. O braço está fraturado e vou ter quer fazer cirurgia”, disse a mulher.

Ela conseguiu fugir e saiu da casa do suspeito, conseguindo uma carona em um ônibus para voltar para casa. Segundo a vítima, além da dor física, dores psicológicas permanecem após o ocorrido.

A vítima registrou queixa na manhã de segunda-feira (6) na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam), no bairro de Brotas. A delegada titular da unidade, Bianca Almeida, disse que a mulher será ouvida e policiais estão em busca do suspeito.

Ela acrescentou que, em caso de violência, a mulher deve fazer a denúncia imediatamente e não esperar acontecer a agressão física para comunicar o caso à polícia.

“Não espere ser agredida fisicamente. Se você perceber que está tendo por um relacionamento tóxico, procure ajuda. Saia do relacionamento, se separe. Se já aconteceu o crime, disque para o Disque Denúncia 180, Disque 190, da PM. A DEAM de Brotas funciona 24 horas, todos os dias. Há o plantão judiciário, tem sempre delegado aqui. Nos procure”, disse a delegada.

 

Com informações G1