Claudia Leitte está sendo processada por um síndico de um edifício comercial localizado no Caminho das Árvores, em Salvador, de acordo com a colunista Fábia Oliveira, do O Dia. O débito da cantora com o prédio seria de R$ 33.695,56 que correspondem às taxas de condomínio não pagas.

Ainda de acordo com a jornalista, consta no processo que a artista seria responsável por quatro salas no edifício com uma taxa mensal de R$500 pelo condomínio e o valor total pedido na justiça corresponde ao período entre janeiro de 2020 e fevereiro de 2021, totalizando mais de de R$33 mil.

De acordo com a publicação, Claudia Leitte procurou um acordo para pagamento da dívida, já que estaria enfrentando dificuldade para conseguir crédito junto às instituições financeiras. Em 23 de julho, a Justiça da Bahia, aceitou um pedido das partes, de celebração de acordo para parcelamento do débito e retirar o apontamento da ação de execução em nome da artista.

Contatada pelo iBahia, a assessoria da cantora informou que "não há nenhuma pendência e todos os pagamentos estão sendo realizados". 

*Com informações Ibahia.