Depois de cerca de três horas de negociação entre sequestradores e Polícia Militar, a família feita de refém na noite desta segunda-feira (25), em Lauro de Freitas, foi liberada. A dupla de suspeitos, que depois foi conduzida para o Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), se entregou após a mãe de um deles chegar ao local.

Os suspeitos se entregaram após negociar e conseguir a presença da imprensa e das famílias deles no local. A negociação foi feita pelo Batalhão de Operações Policiais Especiais da Polícia Militar (Bope), com apoio da Operação Apolo e da 52ª Companhia Independente de Polícia Militar. Reféns e suspeitos não ficaram feridos e um revólver calibre 38 foi aprendido com um dos homens.

A família, formada por um casal e duas crianças, teve a casa invadida na noite de ontem por suspeitos que estavam sendo perseguidos por policiais. Segundo a polícia, agentes da Operação Apolo haviam estranhado a atitude de dois homens a bordo de um veículo no Centro de Lauro de Freitas. Com a aproximação dos policiais, os homens atiraram contra a guarnição e tentaram fugir. Ao entrar em uma rua sem saída, a dupla acabou invadindo a casa e fazendo a família de refém.

 

 

 

 

Fonte: Metro1