O Grupo extremista Talibã volta a ocupar Cabul, capital do Afeganistão, depois de 20 anos, quando foi expulso pelos Estados Unidos.

A ocupação ocorreu no domingo dia 15. O grupo tomou o controle do palácio presidencial, assim que o Presidente oficializou sua rendição. 

O presidente do Afeganistão, Ashraf Ghani, deixou o país neste domingo (15), horas depois de o grupo extremista Talibã cercar Cabul, capital do país. Segundo informações, o presidente seguiu para o Tajiquistão. 

O Talibã diz que tomou controle do palácio presidencial em Cabul após fuga de presidente Ghani. O grupo extremista defendia uma rendição pacífica do governo.

A presença do grupo extremista expõe a população a certeza de reviver  o terror constante imposto pelo Talibã e por isso mesmo, muitos invadiram a pista do aeroporto de Cabul, nesta segunda-feira (16) para fugir.