Os jogadores da seleção argentina deixaram o Brasil após prestarem depoimento para a Polícia Federal (PF) na noite de domingo (5). A seleção argentina postou em suas redes sociais uma foto dos atletas dentro do avião.

A delegação argentina foi notificada para deixar o país pela PF após quatro jogadores do elenco terem entrado no Brasil sem cumprirem a quarentena obrigatória de 14 dias para estrangeiros que tiveram passagem pelo Reino Unido, como medida de prevenção durante a pandemia do novo coronavírus. Emiliano Martinez, Emiliano Buendia, Giovani Lo Celso e Cristian Romero jogam em equipes do Campeonato inglês. 

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) afirmou em nota que se reuniu com representantes da equipe argentina e da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) no sábado para orientar que os atletas ficassem em quarentena no hotel em que estavam concentrados. Mesmo Assim, todos foram para a Arena Corinthians, em São Paulo, disputar a partida, sendo que três deles começaram como titulares.

Com a bola já rolando, membros da Anvisa, acompanhados de agentes da Polícia Federal, entraram em campo para informar a proibição, o que motivou a suspensão da partida pelo árbitro.

 O diretor-presidente da Anvisa, Antônio Barra Torres, afirmou que a permanência de quatro jogadores argentinos no Brasil representava um descumprimento das regras sanitárias do Brasil e eles corriam o risco de serem deportados.

 

Com informações CNN Brasil