Uma mulher de 30 anos de idade foi indiciada pela Polícia Civil do Distrito Federal por aplicar golpes que ficaram conhecidos como "pix do amor". De acordo com autoridades policiais, a mulher é acusada de seduzir diversos homens pela internet com promessas sexuais, que não eram cumpridas, e também por fazer chantagem em alguns casos.

Segundo a investigação, a mulher, que não teve a identidade divulgada, prometia encontros com as vítimas e solicitava uma transferência em dinheiro para despesas com salão de beleza, bronzeamento artificial, compra de fantasias sexuais e transporte por aplicativo. Um dos homens enganados chegou a gastar todo salário de R$ 1,2 mil.

"Um trabalhador, que ganhava salário mínimo [R$1,2 mil], chegou a perder praticamente a renda mensal, acreditando em tais promessas. Ao ver que a fonte havia 'secado', a mulher findou os diálogos de forma abrupta", afirma o delegado-chefe da 13ª Delegacia de Polícia, em Sobradinho. Em outro caso, a golpista pediu que a vítima enviasse 'nudes' e depois passou a pedir dinheiro para que as imagens não fossem divulgadas na internet. "São mulheres de boa aparência, com perfis em redes sociais, que se utilizam de todas as artimanhas para seduzir e arrancar dinheiro dos homens mais incautos [ingênuos]", explica o delegado.

 

 

Fonte: Bnews