O ensino em tempo integral reduz a taxa de evasão escolar, aumentando o (Ideb) - Índice do Desenvolvimento da Educação Básica. São esses os principais objetivos esperados a partir do investimento de R$ 148 milhões que o Governo do Estado está fazendo no baixo-sul da Bahia, através da Secretaria de Educação do Estado (SEC). Parte do investimento também será disponibilizado nas quatro novas unidades com obras em andamento ou para iniciar em Aratuípe, Jaguaripe, Nilo Peçanha e Taperoá.


O Centro Territorial da Educação Profissional (Cetep) do Baixo Sul, em Gandu, segue implantando a cobertura da quadra de esportes. Em Presidente Tancredo Neves, o Colégio Estadual Maria Xavier De Andrade Reis está ampliando a unidade. Já em Ituberá e Valença, o Colégio Estadual Gentil Paraíso Martins e o Colégio Estadual Idelzito Eloy de Abreu, nas respectivas cidades, estão passando por obras para a modernização das unidades.

Danilo de Melo, secretário da Educação, diz que atualmente nove obras estão em andamento no baixo-sul. “A expectativa, em primeiro lugar, é reduzir a evasão escolar, porque com todos esses equipamentos novos, os estudantes se colocam mais à disposição para continuar os estudos. E como são introduzidas várias linguagens, é normal que o estudante aprenda mais. O resultado de tudo isso é também a redução da reprovação escolar, pois muitas das atividades que são passadas para casa e geralmente não são feitas vão passar a ser feitas com suporte da equipe técnica ou até mesmo com a mediação dos próprios colegas. É um processo mais amplo de aprendizagem”.

Fonte: SECOM BA