Em nota, o governo afirma que o governador Rui Costa procurou a Fieb (Federação das Indústrias do Estado da Bahia) e a Embaixada da

China. A ideia é avaliar possibilidades alternativas ao fechamento da montadora, classificada como "importante geradora de empregos e renda no Estado".

A unidade de Camaçari é responsável pela fabricação dos modelos Ecosport e Ka, que deixam de ser produzidos imediatamente no Brasil. Também encerarão suas atividades em território nacional até o fim de 2021 as unidades da empresa em Taubaté (SP) e Horizonte (CE).