Home » Policiais militares são afastados na Bahia por agredir homem durante abordagem

Policiais militares são afastados na Bahia por agredir homem durante abordagem

por Felipe Andrade
policiais-militares-sao-afastados-na-bahia-por-agredir-homem-durante-abordagem

Três policiais foram afastados de suas funções pela Polícia Militar da Bahia após agredirem um homem durante abordagem na cidade de Canavieiras, a 427 km de Salvador. O caso, que ocorreu no último sábado (13), ganhou repercussão com a divulgação das imagens nas redes sociais.No vídeo, gravado por uma câmera de segurança no local, é possível ver a violência dos agentes durante a abordagem. Ao longo dos 8 minutos, os policiais desferem chutes nas partes íntimas do homem, dão socos e tentam forçar uma confissão do homem.A ação começa às 21h50, quando a viatura para e dois policiais saem do veículo, com armas apontadas para o homem. Um dos agentes dá ordens para que ele coloque as mãos na cabeça, se vire para a parede e abra as pernas. Ele obedece a todos os comandos.Às 21h51, com o homem já rendido, o policial que deu os comandos se aproxima e começa a ameaçá-lo. “Bora desgraça, abra mais ou vamo ter que abrir”, diz. Em seguida, ele chuta uma das pernas do rapaz e dá um tapa na parte de trás do pescoço dele. Os outros dois agentes, fora da viatura, observam a ação e o fluxo de pessoas nos arredores do local.Na sequência, o policial revista o homem, que começa a falar com os agentes. Outro agente dá a volta, fica de frente para o rapaz e dá um chute nas partes íntimas dele, que cai no chão e chora de dor. Nenhum item foi encontrado com ele durante a revista. Às 21h52, os policiais forçam o homem a se levantar e colocar as mãos na cabeça novamente. Com dificuldade e ainda chorando, ele tenta se defender: “eu tô sem nada meu senhor, por favor, eu não sou ladrão”, diz o rapaz. Os agentes ignoram e continuam a tentar forçar uma confissão, perguntando onde estava a moto que ele teria usado durante o suposto crime.O homem continua a se justificar, e diz que a moto é do tio dele e foi emprestada. Ele também se oferece para levar os policiais ao local, para a história ser confirmada. Momentos depois, um dos agentes dá três socos no rapaz, enquanto outro agente dá outro chute em uma das pernas dele.Durante os minutos seguintes, o homem conta outra história, e diz que correu porque outra pessoa, armada, estava perseguindo ele por achar que tinha roubado alguma coisa.Às 21h56, um dos policiais tira uma foto do rosto do rapaz. No minuto seguinte, ele volta a receber três socos. Em seguida, é liberado e foge correndo. Às 21h58, os militares entram na viatura e abandonam o local.Em nota, a PM informou que repudia a conduta da guarnição da 71ª CIPM, e que já foi instaurada uma apuração. Os policiais ficarão afastados até a conclusão do inquérito.

você pode gostar