Home » O bilionário Gusttavo Lima se torna o ‘Elton John’ brasileiro. Comprou 60% do Paranavaí. Vai investir em jovens. Para revender

O bilionário Gusttavo Lima se torna o ‘Elton John’ brasileiro. Comprou 60% do Paranavaí. Vai investir em jovens. Para revender

por Cosme Rimoli
o-bilionario-gusttavo-lima-se-torna-o-‘elton-john’-brasileiro-comprou-60%-do-paranavai-vai-investir-em-jovens.-para-revender

São Paulo, Brasil

“Nos últimos tempos, estou tendo uma maior ligação com o ramo dos esportes e estou muito feliz em anunciar a minha entrada na SAF deste time promissor. Chegou a hora da retomada da elite do futebol brasileiro. Vamos usar toda essa estrutura para levar o Paranavaí rumo ao lugar que ele merece.”

R$ 3 milhões.

E o cantor sertanejo Gusttavo Lima se tornou o sócio majoritário do Paranavaí, clube da Segunda Divisão paranaense.

Ele se assume como o ’embaixador’ da empresa de apostas por internet, a Vai de Bet, a mesma que patrocina o Corinthians.

Jornalistas de Curitiba garantem que Gusttavo, que já manifestou ‘seu amor’ pelo Cruzeiro, está interessado em investir nas categorias de base do clube.

Ou seja, garimpar novos talentos por todo o interior do Paraná.

E depois revendê-los para clubes maiores do Brasil ou da Europa.

O patrimônio do cantor é de cerca de R$ 1,1 bilhão. 

Ele é investidor em agronegócios, em fabricação de alimentos, de bebidas alcoólicas, supermercados e imóveis.

Se tornou o cantor sertanejo mais rico do país.

Costuma cobrar entre R$ 800 mil e R$ 1,5 milhão por shows.

Ou seja, bastam dois shows em mega festivais para que o patrocínio do Paranavaí seja recuperado.

Empresários querem que Gustavo Lima sirva como atrativo para patrocinadores.

Ele não participará pessoalmente do dia-a-dia do clube.

Lembrando que as casas de apostas são proibidas de comprarem equipes no país.

Por conflito de interesses.

Elas podem patrocinar.

Tanto que a de Gustavo Lima investiu R$ 370 milhões no Corinthians.

Cantores comprarem clubes não é novidade.

Elton John e Jay-Z já compraram equipes inglesas…

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

você pode gostar

Deixe um comentário