Home » Independência da Bahia: Celebrações históricas em Salvador prometem emocionar

Independência da Bahia: Celebrações históricas em Salvador prometem emocionar

por Matheus Souza
independencia-da-bahia:-celebracoes-historicas-em-salvador-prometem-emocionar

Em Salvador, o 2 de Julho não é apenas uma data comemorativa, mas um momento de celebração intensa da independência baiana. Organizado pela Prefeitura de Salvador, através da Fundação Gregório de Mattos e Secretaria de Cultura e Turismo, o evento deste ano promete reunir milhares de baianos e turistas em uma programação cívica e cultural emocionante. Alvorada e Cortejo Cívico: A festividade terá início com uma vibrante alvorada e queima de fogos no Palco Largo da Lapinha às 6h. Logo em seguida, às 7h, o Cortejo Cívico será organizado na Lapinha, dando início às cerimônias cívicas do dia. Desfile Cívico e Homenagens: Às 8h, será realizado o hasteamento das bandeiras por autoridades, acompanhado pela Banda de Música da Marinha do Brasil. O Desfile Cívico começará às 9h, destacando os Caboclos de Itaparica, Museu Vivo na Cidade, fanfarras municipais e estaduais, além de grupos populares. Durante o percurso, haverá homenagens aos Heróis da Independência e paradas estratégicas em locais históricos como o Convento da Soledade e a Igreja da Irmandade de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos. Atividades Culturais e Artísticas: Durante todo o dia, o evento oferecerá uma variedade de atividades culturais, incluindo apresentações performáticas de teatro e o tradicional Toré em Homenagem aos Caboclos, programados para o turno matutino. No turno vespertino, destaque para o Culinária Musical no 2 de Julho na Casa do Benin, no Pelourinho, oferecendo uma experiência gastronômica musical única. https://noticiatem.com/wp-content/uploads/2024/07/WhatsApp-Video-2024-07-02-at-13.53.54.mp4 Encontro de Filarmônicas no Campo Grande: O ápice das celebrações ocorrerá no Campo Grande, a partir das 16h, com cerimônias cívicas, hasteamento das bandeiras, execução do hino nacional pelas bandas de música da Marinha, Exército e Aeronáutica, além do acendimento da pira do Fogo Simbólico pela paratleta Iracema Vilaronga. Às 17h30, o Encontro de Filarmônicas, comandado pelo Maestro Fred Dantas, promete encantar os presentes com a participação de diversas bandas renomadas, incluindo a Banda de Música da Guarda Municipal e a Filarmônica Ambiental de Camaçari. O 2 de julho – Independência do Brasil na Bahia, entenda: O 2 de Julho de 1823 é uma data histórica celebrada na Bahia como a Independência da Bahia, marcando a vitória dos brasileiros sobre as tropas portuguesas. Após mais de 17 meses de conflito, Salvador foi libertada definitivamente, consolidando a separação política do Brasil de Portugal. Esta data é considerada mais relevante para os baianos do que o 7 de setembro de 1822, pois representa a conquista efetiva da autonomia regional. As celebrações anuais incluem rituais como o Fogo Simbólico, iniciado em Cachoeira e culminando em Salvador, e homenagens a figuras históricas como Maria Quitéria e Joana Angélica, que se destacaram na resistência e na luta pela independência, perpetuando sua memória no imaginário e na cultura baiana. Não perca a oportunidade de participar das emocionantes celebrações do 2 de Julho em Salvador, uma verdadeira homenagem à história e à cultura da Bahia. Prepare-se para um dia repleto de patriotismo, arte e tradição, que promete ficar na memória de todos que celebrarem a Independência da Bahia neste ano. Clique aqui e veja mais em: noticiatem.com

você pode gostar