Home » Especialista em Parkinson se encontrou com médico de Biden no iníco do ano, mostram dados

Especialista em Parkinson se encontrou com médico de Biden no iníco do ano, mostram dados

por tiagotortella
especialista-em-parkinson-se-encontrou-com-medico-de-biden-no-inico-do-ano,-mostram-dados

Um dos principais especialistas na doença de Parkinson teve uma reunião com o médico do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, na Casa Branca no início deste ano, de acordo com registros, embora as circunstâncias da reunião não sejam claras.O doutor Kevin Cannard, neurologista do Walter Reed National Military Medical Center, se encontrou com o médico da Casa Branca, doutor Kevin O’Connor, em meados de janeiro, de acordo com os registros de visitantes da Casa Branca.Questionado sobre a visita, o porta-voz da Casa Branca, Andrew Bates, disse: “Uma grande variedade de especialistas do sistema Walter Reed visita o complexo da Casa Branca para tratar os milhares de militares que trabalham no local”. Essas visitas incluem a de um neurologista todo ano para o exame físico de Biden, destacou Bates. O presidente não consultou um neurologista durante sua Presidência além do contexto do exame físico anual, ele acrescentou.Cannard, que trabalhou como neurologista para Walter Reed por mais de uma década, visitou a Casa Branca várias vezes, de acordo com os registros de visitantes, que não detalham os motivos da visita.Os dados também não indicam se Cannard estava fazendo a visita por Biden ou outra pessoa que trabalha na Casa Branca.Relatório médico da Casa BrancaO último relatório de saúde de Joe Biden, divulgado por O’Connor, indicou que o presidente havia sido examinado para uma série de condições neurológicas, incluindo Parkinson, com resultados negativos, assim como dois outros relatórios físicos da época de Biden como presidente.O documento de seis páginas de O’Connor, divulgada após o presidente passar por seu último exame físico em fevereiro, diz que vários especialistas foram consultados sobre o exame físico, incluindo um especialista em neurologia.O relatório também destaca que O’Connor convocou vários especialistas, incluindo um especialista neurológico em distúrbios do movimento não identificado, para analisar o andar rígido de Biden, que havia sido observado desde o exame físico de novembro de 2021.Essa equipe concluiu que o andar rígido de Biden era resultado de “desgaste” na coluna e não uma condição neurológica, escreveu O’Connor.Um exame “extremamente detalhado” não resultou em nenhuma descoberta consistente com Parkinson, esclerose múltipla ou outros distúrbios neurológicos.Aptidão de Biden é questionadaA notícia da visita de Cannard chega enquanto a idade, a aptidão física e a acuidade mental de Joe Biden estão sob intenso escrutínio após desempenho ruim no debate presidencial da CNN, realizado em 27 de junho, contra o ex-presidente Donald Trump.Nos 11 dias desde então, Biden teve que defender sua posição no topo da chapa democrata e sua capacidade de governar por mais quatro anos, se for reeleito.Tanto a Casa Branca quanto o democrata foram questionados diversas vezes sobre testes e consultas médicas nos meses anteriores ao debate e nos momentos posteriores.Biden foi perguntado em uma entrevista à ABC na sexta-feira (5) se ele havia feito testes específicos para capacidade cognitiva.O presidente respondeu que é regularmente visto por médicos da Casa Branca e acrescentou: “Ninguém disse que eu tinha que… eles disseram que estou bem”.O chefe de Estado também acrescentou que falou com seu médico e lhe disseram: “Você está exausto”.Biden disse então que “ser presidente” significa que “faço um teste neurológico completo todos os dias”.Biden confirma teste para ParkinsonDurante uma entrevista com Biden nesta segunda-feira de manhã, a apresentadora Mika Brzezinski, da MSNBC, perguntou especificamente se ele havia feito algum teste recente para Parkinson. Biden confirmou que sim.“Você fez algum teste para alguma doença relacionada à idade, pré-Parkinson ou algo assim, que possa explicar uma noite como aquela em que você não conseguiu terminar as frases?”, perguntou a apresentadora.Biden riu antes de responder: “Eu já fiz antes”.O presidente acrescentou: “Eu estava me sentindo tão mal antes do debate, quando voltei, eles me testaram para… pensei que talvez eu tivesse Covid, talvez houvesse algo errado, eu tivesse uma infecção ou algo assim. Eles me testaram, me deram aqueles testes, eu estava limpo”.A Casa Branca e a campanha de Biden culparam o fraco desempenho de Biden durante o debate devido à agenda de viagens lotada nas semanas anteriores e um resfriado. O presidente foi à França para comemorar o aniversário do Dia D e à Itália para participar do G7.A Casa Branca disse inicialmente que Biden não foi visto por um médico após o debate, mas voltou atrás depois que Biden afirmou a um grupo de governadores durante uma reunião na semana passada que ele passou por um check-up médico após o debate e está bem.*Arlette Saenz, da CNN, contribuiu para esta reportagem

você pode gostar