Home » Desvalorização da Hapvida no Mercado Financeiro: Perda de R$ 7,5 Bilhões em 2024

Desvalorização da Hapvida no Mercado Financeiro: Perda de R$ 7,5 Bilhões em 2024

por Jeferson Williames
desvalorizacao-da-hapvida-no-mercado-financeiro:-perda-de-r$-7,5-bilhoes-em-2024

A Hapvida, gigante do setor de planos de saúde no Brasil, enfrentou um período de desvalorização significativa no mercado financeiro em 2024. As oscilações nas ações da empresa geraram uma perda de cerca de R$ 7,5 bilhões em seu valor de mercado. Essa queda ocorreu em meio a análises e especulações sobre a capacidade da empresa de cumprir suas metas de desempenho para o ano. De acordo com o analista Einar Rivero, da Elos Ayta Consultoria, as ações da Hapvida, que valiam R$ 33,3 bilhões em 31 de dezembro de 2023, caíram para R$ 25,8 bilhões no fim da semana passada, representando uma desvalorização significativa em um período relativamente curto. O mau humor dos investidores em relação à empresa intensificou-se após análises feitas por agentes de mercado, como o Goldman Sachs e o Itaú BBA, que reduziram suas estimativas para o preço das ações da Hapvida. A fusão da Hapvida com a NotreDame Intermédica, concluída em 2022, também foi um ponto de preocupação, levando a uma perspectiva de adiamento das metas fixadas para 2024. Em relação à sinistralidade, um indicador-chave para empresas de planos de saúde, a Hapvida estabeleceu uma meta de 68%, a ser alcançada no terceiro trimestre de 2024. No entanto, analistas como os do Itaú BBA preveem que esse objetivo só será alcançado no início de 2025, o que contribuiu para a redução do preço-alvo das ações. Além das questões relacionadas ao desempenho financeiro, a Hapvida também enfrentou polêmicas, como uma investigação pelo Ministério Público de São Paulo por supostamente descumprir decisões judiciais relacionadas ao fornecimento de medicamentos e tratamentos a seus clientes. Esses eventos contribuíram para a instabilidade no valor das ações da empresa. Apesar dos desafios enfrentados pela Hapvida, especialistas observam que muitas das turbulências já foram precificadas pelo mercado. A empresa anunciou um programa de recompra de ações como parte de sua estratégia para lidar com a desvalorização percebida. Enquanto alguns analistas expressam preocupações sobre a estrutura de capital da empresa, a maioria mantém a recomendação de compra das ações da Hapvida, considerando sua posição de destaque no mercado de planos de saúde e odontológicos.

você pode gostar