Home » Caso Daniel Alves: entenda por que esposa foi acusada de mentir no julgamento

Caso Daniel Alves: entenda por que esposa foi acusada de mentir no julgamento

por Jogada 10 - Galerias
caso-daniel-alves:-entenda-por-que-esposa-foi-acusada-de-mentir-no-julgamento

Jornais da Espanha acusaram Joana Sanz de ter cometido falso testemunho em depoimento ao tribunal de Barcelona no julgamento de Daniel Alves, seu marido – Foto: Reprodução/Instagram Jogada 10 – Galerias A modelo espanhola publicou uma nota em suas redes sociais declarando que irá tomar medidas judiciais contra os veículos que fizeram a acusação. Sanz diz que foi afetada por “uma chuva de informações falsas” e “muito graves” – Foto: Reprodução/Instagram Jogada 10 – Galerias Joana Sanz foi uma das testemunhas de defesa de Daniel Alves no julgamento do ex-jogador, ocorrido entre os dias 5 e 7 de fevereiro – Foto: Reprodução/Instagram Jogada 10 – Galerias Daniel Alves é acusado de agressão sexual a uma mulher no banheiro da boate Sutton, em Barcelona, na noite de 30 de dezembro de 2022 – Foto: Divulgação/Sutton Jogada 10 – Galerias De acordo com jornais espanhóis, no julgamento Joana Sanz deu uma versão diferente da que apresentou anteriormente em uma entrevista ao programa de TV “Y Ahora Sonsoles” – Foto: Reprodução/Instagram Jogada 10 – Galerias Na conversa com a atração televisiva, Sanz havia dito que no dia do suposto crime estava em Tenerife, nas Ilhas Canárias, ao lado da mãe, que estava em estado delicado de saúde e acabou falecendo no mês seguinte – Foto: Reprodução/Instagram Jogada 10 – Galerias Ao tribunal, no dia 6 de fevereiro, a modelo declarou que estava em Barcelona e presenciou a chegada de Daniel Alves “extremamente bêbado” em casa – Foto: Reprodução/Instagram Jogada 10 – Galerias “Ele foi comer com seus amigos no restaurante. Voltou quase quatro da manhã. Voltou muito bêbado. Bateu no armário e caiu na cama”, afirmou a modelo em juízo – Foto: Reprodução/Instagram Jogada 10 – Galerias Ainda de acordo com a mídia espanhola, o advogado de Joana Sanz alegou não ter ocorrido falso testemunho porque a versão diferente foi dada em um programa televisivo, não em tribunal – Foto: Reprodução/Instagram Jogada 10 – Galerias A referência à embriaguez é um elemento relevante para a defesa de Daniel Alves, comandada pela advogada Inés Guardiola. A legislação espanhola prevê redução de pena nessas circunstâncias por atenuante, já que o acusado poderia estar inconsciente dos atos – Foto: Reprodução/Instagram Jogada 10 – Galerias Daniel Alves declarou ao tribunal ter consumido cerca de duas garrafas de vinho, um copo de uísque e rodadas de gin tônica na noite do suposto estupro – Foto: Reprodução/Instagram Jogada 10 – Galerias Não há prazo para que a sentença de Daniel Alves seja anunciada. A tendência, segundo os veículos espanhóis, é que o resultado do julgamento saia até o fim de março – Foto: Reprodução/Instagram Jogada 10 – Galerias Caso seja condenado, Daniel Alves ainda poderá recorrer ao Tribunal de Apelação, a segunda instância da Justiça da Espanha – Foto: Pere López/Wikimedia Commons Jogada 10 – Galerias Ester García, advogada da mulher que fez a acusação, reforçou no tribunal o pedido de que Daniel Alves seja condenado a 12 anos de prisão, pena máxima prevista pela legislação da Espanha – Foto: Jordi Ferrer/Wikimedia Commons Jogada 10 – Galerias Além de afirmar que estava alcoolizado, Daniel Alves negou que tenha cometido a agressão e voltou a falar em relação sexual consentida no banheiro da boate Sutton. A defesa do ex-jogador, de 40 anos, pede a absolvição do réu – Foto: Divulgação/Sutton Jogada 10 – Galerias “Ela estava na minha frente e começamos a relação. Lembro que ela sentou em mim. Não sou um homem violento. Não a forcei a praticar sexo oral forçadamente. Ela não me disse nada. Estávamos desfrutando os dois e nada mais”, afirmou Daniel Alves – Foto: Reprodução/Instagram Jogada 10 – Galerias Daniel Alves chorou durante o depoimento e declarou estar “praticamente arruinado”, com contratos rompidos e contas bancárias bloqueadas – Foto: Reprodução/Instagram Jogada 10 – Galerias Profissionais de medicina forense confirmaram ao tribunal a identificação do DNA de Daniel Alves no corpo da denunciante – Foto: Reprodução Jogada 10 – Galerias Em caso de condenação, Daniel Alves também deverá pagar a título de danos morais e psicológicos 150 mil euros (R$ 800 mil) à mulher que o acusa. Essa indenização pode servir para redução da pena – Foto: Reprodução/Instagram Jogada 10 – Galerias Daniel Alves segue detido na prisão de Brians 2, nos arredores de Barcelona, onde está desde 20 de janeiro de 2023. Durante o processo, a Justiça negou quatro pedidos de liberdade provisória do jogador por avaliar que havia risco de fuga – Foto: Governo da Catalunha/Wikimedia Commons Jogada 10 – Galerias Quando o caso veio a público, Daniel Alves jogava pelo Pumas, do México. Na ocasião, o clube rescindiu o contrato do jogador por justa causa – Foto: Divulgação/Pumas Jogada 10 – Galerias Daniel Alves é considerado o jogador profissional que mais conquistou títulos na história do futebol – Foto: Reprodução de TV Jogada 10 – Galerias Além de ter disputado três Copas do Mundo pela Seleção, Daniel Alves fez parte de elenco histórico do Barcelona comandado por Guardiola e foi campeão paulista pelo São Paulo – Foto: Divulgação/São Paulo FC Jogada 10 – Galerias

você pode gostar