Home » Casamento às Cegas: Marília diz que Leandro “deveria ser preso” após reencontro

Casamento às Cegas: Marília diz que Leandro “deveria ser preso” após reencontro

por nicolybastos
casamento-as-cegas:-marilia-diz-que-leandro-“deveria-ser-preso”-apos-reencontro

A participante Marília Pinheiro, de Casamento às Cegas: Uma Nova Chance, usou as redes sociais nesta quarta-feira (10), para dizer que Leandro Marçal deveria ter saído “preso” do programa, após relato de Ingrid Santa Rita, quem casou com o personal trainer, no reencontro, divulgado pela plataforma de streaming Netflix nesta quarta-feira (10).Ingrid Santa Rita afirmou que ela e Leandro não estão mais juntos. A arquiteta disse durante o reencontro que o motivo do término foi a falta de respeito por parte dele, que, segundo ela, tentou manter o casamento de forma “suja” e “imunda”. “Você não me respeitou dia nenhum, por isso eu terminei com você. No dia que as minhas filhas me encontraram no chão tendo uma crise de pânico pedindo pelo amor de Deus para você não tocar no meu corpo, eu pedi para você não me tocar. Eu pedi mais de uma vez, Leandro, para você não me tocar e você não me respeitava”, disse Ingrid.Em seu story do Instagram, Marília saiu em defesa da amiga.“É um assunto extremamente delicado, extremamente tenso, eu amo a Ingrid e sinto muitíssimo pelo que ela passou, nenhuma mulher, ninguém deveria passar por um negócio desse. Vou sempre estar do lado dela, sempre acolher ela”, pontuou.Ela, então, disse que ele deveria ter deixado o reencontro “preso” e “alvejado”.“Acho que ele deveria ter saído de lá preso, alvejado, qualquer outro nome desse nível caberia”, declarou ela.Ingrid se emocionou durante relato no reencontroAo falar sobre a separação, Ingrid disse que Leandro tinha problema erétil e que queria “manter aquele casamento de forma suja e imunda”.Em resposta, Leandro se desculpou e disse que a relação entre dois nunca foi saudável. Ele também afirmou que a parte sexual era, de fato, um problema.“Quando eu participo do programa, a gente começa a ter uma relação e ela não nunca foi amistosa, nunca foi saudável de fato. A gente nunca conseguiu realmente se conectar. A nossa parte sexual foi algo que me pegou muito. Em determinado momento, eu fiz exame, fui procurar ajuda, foi procurar entender o que estava acontecendo. A gente entendeu que não era um problema físico. Era um problema psicológico”, contou.Entenda tudo aqui.

você pode gostar