Home » Caos em Salvador: sábado de Carnaval tem apagão, baleado e acidente em camarote

Caos em Salvador: sábado de Carnaval tem apagão, baleado e acidente em camarote

por brunolafore
caos-em-salvador:-sabado-de-carnaval-tem-apagao,-baleado-e-acidente-em-camarote

Um dos mais famosos e movimentados do Brasil, o Carnaval de Salvador viveu um dia de caos neste sábado (10). Durante a festa, houve um apagão que durou mais de uma hora, além do registro de um baleado no Campo Grande e o acionamento da defesa civil para ocorrência de afundamento do piso na área externa de um dos camarotes do circuito Barra-Ondina.Uma queda de luz foi registrada no circuito Barra-Ondina durante as festividades deste sábado. De acordo com a distribuidora Neoenergia Coelba, a rede elétrica foi atingida por serpentinas lançadas pelos foliões. O fornecimento foi reestabelecido apenas após a meia-noite, depois de cerca de uma hora e dez minutos de interrupção.Segundo a companhia, os técnicos tiveram dificuldade de acessar o local para reparos.Ao longo do dia, outras duas ocorrências de serpentinas lançadas na rede elétrica foram registradas. A Neoenergia Coelba alerta a população par anão jogar objetos na fiação em nenhuma hipótese.Homem baleadoAs polícias civil e militar da Bahia procuram por um homem que atirou em um jovem, na noite de sábado, na região central de Salvador. O caso aconteceu na região do Campo Grande, no circuito Osmar.A vítima ficou ferida na perna e foi levada ao Hospital Geral do Estado (HGE). De acordo com a Secretária de Segurança Pública, ele não corre risco de morrer. Os agentes analisam imagens de câmeras de segurança da região e colhem depoimentos das testemunhas do ocorrido. Há a suspeita de que uma mulher também tenha participado do crime.A vítima atingida pelo disparo possui antecedentes criminais por roubo a ônibus em 2013, agressão contra uma ex-companheira em 2022, e lesões contra foliões no Carnaval 2023.Acidente em camaroteO piso da área externa do Camarote 409, localizado na Barra, afundou na noite de ontem. De acordo com a Defesa Civil de Salvador (CODESAL), o solapamento foi causado pelos “esforços excessivos promovidos pelos foliões”.Apesar do susto, não houve vítimas. A área foi esvaziada e isolada. A Guarda Civil Municipal também atuou na ocorrência ao isolar a escada que dá acesso ao local de risco.A organização do camarote informou, em nota, que a situação foi resolvida sem danos ou feridos e que está tomando medidas para normalizar o atendimento no local. A empresa destacou também que prioriza a segurança dos foliões.Estupro é investigadoEste sábado também foi dia de muito trabalho para os agentes da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Brotas. A polícia civil investiga a denúncia de um estupro ocorrido na sexta-feira (9), na Ondina.“As primeiras providências de polícia judiciária já foram tomadas e a vítima, uma mulher, será ouvida e acompanhada pela unidade e pela rede de apoio psicossocial da Deam”, informou a polícia civil em nota.

você pode gostar