Home » Câmara quer ouvir “diretor do arroz” sobre polêmica envolvendo leilão

Câmara quer ouvir “diretor do arroz” sobre polêmica envolvendo leilão

por manoelacarlucci
camara-quer-ouvir-“diretor-do-arroz”-sobre-polemica-envolvendo-leilao

A Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados vai analisar nesta terça-feira (2) um requerimento para que Thiago José dos Santos, exonerado do cargo de diretor-executivo de Operações e Abastecimento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), seja ouvido em audiência pública sobre o polêmico leilão do arroz, suspenso pelo governo após denúncias de fraudes.À CNN, Thiago disse já ter sido procurado por parlamentares e afirmou que se colocou à disposição para esclarecer os trâmites relacionados ao leilão e sobre a sua atuação à frente da diretoria responsável pelo certame.Sobre a demissão, anunciada pelo ministro do Desenvolvimento Agrário, Paulo Teixeira, o ex-diretor disse que “escorregou em uma casca de banana”, e que tem a consciência tranquila em relação ao trabalho que desenvolveu na CONAB. “Eu saio muito em paz. Estou satisfeito com a minha entrega ao longo do tempo em que estive na Conab. É uma pena, uma chateação, não avaliaram nenhuma questão técnica, nem minha capacidade operacional. Escorreguei em uma casca de banana”, disse.Thiago foi assessor do ex-deputado federal Neri Geller, demitido da Secretaria de Política Agricultura do Ministério da Agricultura, e indicado por Geller ao cargo.Sobre as supostas irregularidades no leilão, alvo de investigação da Polícia Federal, Santos afirmou que seguiu ordens do ministro da Agricultura, Carlos Fávaro.“O que é falado de cima para baixo, a gente tem que seguir. Seguimos as orientações do ministro. A questão do preço [definido pelo ministério] prejudicou a competitividade do leilão. No fim, houve lotes vazios, mas falar que teve cartel é falta de tempo”, afirmou.

você pode gostar