Home » Brasil e Argentina decidem vaga para os Jogos Olímpicos de Paris 2024

Brasil e Argentina decidem vaga para os Jogos Olímpicos de Paris 2024

por Correio do Povo
brasil-e-argentina-decidem-vaga-para-os-jogos-olimpicos-de-paris-2024

Clássico será disputado neste domingo, às 17h30, pelo Pré-Olímpico Seleção pode garantir vaga até com empate, dependendo do resultado de Venezuela e Paraguai | Foto: Joilson Marconne / CBF / CP O maior clássico das Américas definirá neste domingo uma das vagas para os Jogos Olímpicos de Paris. A partir das 17h30min (horário de Brasília), a Seleção Brasileira encara a Argentina pela última rodada do quadrangular final do Pré-Olímpico. O jogo será disputado no Brígido Iriarte, em Caracas, na Venezuela. A Canarinho, comandada pelo técnico Ramon Menezes, tem 3 pontos, podendo até garantir a vaga com um empate, mas dependerá de Venezuela e Paraguai, que jogam às 20h30min (horário de Brasília). Se perder, o Brasil não irá à Olimpíada. A liderança da etapa decisiva é do Paraguai, com 4 pontos (vitória sobre o Brasil e empate com a Argentina), seguido do Brasil. A Argentina está em terceiro, com 2 pontos, e a Venezuela tem apenas um ponto. O atacante Endrick vê o jogo com motivação especial, já que ele esteve em campo na derrota por 1 a 0 do Brasil contra os hermanos no ano passado pelas Eliminatórias da Copa de 2026. “É um clássico, não tenho boa memória da Argentina, porque quando estava na seleção principal, perdemos para eles no Maracanã, e agora vou trabalhar de novo para fazer um bom jogo contra a Argentina”, disse o atleta do Palmeiras. Autor do segundo gol na vitória por 2 a 1 diante da Venezuela na quinta-feira, Guilherme Biro afirmou que o adversário deste domingo é encarado como muito difícil. “A gente sabe que tem uma rivalidade muito grande entre o Brasil e a Argentina. Então a gente vai se preparar da melhor forma para poder entrar concentrado e sair com essa classificação”, afirmou o jogador. Por sua vez, o zagueiro Arthur Chaves rotula o clássico como uma nova decisão. “Agora é coração, é entrega, é atitude. Vai ter que ser desse jeito”, classificou. Prováveis escalações: Brasil: Mycael; Khellven, Arthur Chaves, Lucas Fasson e Rikelme; Bruno Gomes, Andrey, Alexsander e Gabriel Pirani; John Kennedy e Endrick. Argentina: Brey; Nardoni, Di Césare, Valentini e Esquivel; Fernández, forza; Solari e Echeverri; Almada e Castro. Veja Também- Confira a lista dos dez atletas mais bem pagos no mundo- FGF ajusta regulamento da fase final do Gauchão

você pode gostar